skip to Main Content
(11) 3031-6164 (11) 99003-8847
Assimetria Craniana Em Bebês

Por que a cabeça do meu bebê é torta? Assimetria craniana em bebês.

Plagiocefalia Posicional: assimetria craniana em bebês. Entendendo e Abordando o Problema com o Neuropediatra

O que é a Plagiocefalia Posicional?

A plagiocefalia posicional, também conhecida como síndrome da cabeça chata ou cabeça torta, é uma condição em que a cabeça de um bebê se desenvolve de forma assimétrica devido à pressão repetitiva em uma área específica do crânio. Geralmente, isso ocorre devido à posição de dormir do bebê, como deitar frequentemente com a cabeça virada para o mesmo lado.

Causas Comuns de Assimetria Craniana em Bebês

Existem várias causas comuns que contribuem para o desenvolvimento da plagiocefalia posicional, incluindo:

  • Posição de Dormir: Bebês que passam muito tempo deitados com a cabeça virada para um lado têm maior probabilidade de desenvolver a condição.
  • Pressão Uterina: A compressão da cabeça do bebê durante a gestação pode predispor à plagiocefalia.
  • Restrição Muscular: Problemas musculares no pescoço do bebê podem dificultar a mudança de posição da cabeça.
  • Posicionamento em Dispositivos: O uso excessivo de dispositivos de retenção, como bebê-conforto e balanços, pode contribuir para a plagiocefalia.

Sinais e Sintomas da Plagiocefalia Posicional

Os pais devem estar atentos a sinais como:

  • Cabeça Assimétrica: Uma parte da cabeça parece mais achatada ou alongada.
  • Olhos Desiguais: Os olhos do bebê podem parecer desalinhados devido à assimetria craniana.
  • Pescoço Rígido: Dificuldade em virar a cabeça para um lado.
  • Dificuldade de Amamentação: Problemas ao mamar devido ao desconforto na posição da cabeça.

Prevenção e Tratamento

Prevenir a assimetria craniana em bebês por plagiocefalia posicional envolve medidas simples, como alternar a posição de dormir do bebê e fornecer tempo de barriga. No entanto, em casos mais graves, o tratamento pode ser necessário:

Prevenção

  • Posição Variada de Dormir: Alterne a direção em que o bebê dorme.
  • Tempo de Barriga: Reserve tempo durante o dia para o bebê ficar de bruços sob supervisão.
  • Evite Dispositivos de Retenção Prolongada: Limite o tempo que o bebê passa em dispositivos como bebê-conforto.

Tratamento

  • Fisioterapia: Um fisioterapeuta especializado pode ajudar a melhorar a mobilidade do pescoço reduzindo a assimetria craniana em bebês.
  • Capacete Craniano ou Avaliação com neurocirurgião: tais tratamentos devem ser discutidos com o seu médicos sendo reservados para casos graves de assimetria craniana.

Lembrando que é essencial consultar um neuropediatra para avaliar e orientar o tratamento da plagiocefalia posicional. A detecção precoce e a intervenção adequada são fundamentais para garantir o desenvolvimento saudável da criança.

 

Desenvolvimento do Crânio do Bebê: como a plagiocefalia pode afetar esse processo

O crânio de um bebê é uma estrutura notável e em constante evolução, desempenhando um papel crucial no crescimento saudável e no desenvolvimento neurológico. Compreender como o crânio do bebê se desenvolve e como a plagiocefalia posicional pode impactar esse processo é fundamental para os pais e cuidadores preocupados com a saúde de seus pequenos.

O Desenvolvimento do Crânio do Bebê

Desde o nascimento até os primeiros anos de vida, o crânio do bebê passa por um notável processo de crescimento e formação. Ao nascer, os ossos cranianos são maleáveis e não completamente fundidos. Isso permite que o crânio se adapte ao parto e ao crescimento cerebral rápido nos primeiros meses de vida.

Durante os primeiros meses, é comum observar uma pequena protuberância ou inchaço nas fontanelas do bebê, que são as áreas macias entre os ossos do crânio. Essas fontanelas permitem o crescimento e a expansão do cérebro à medida que o bebê se desenvolve.

*imagem do https://neuropediatra.org/

Plagiocefalia Posicional: O Que É e Como Afeta o Desenvolvimento Craniano

A plagiocefalia posicional é uma condição em que a cabeça do bebê se desenvolve de forma assimétrica devido à pressão repetida em uma área específica. Isso geralmente ocorre quando o bebê passa muito tempo deitado com a cabeça virada para o mesmo lado. Essa pressão constante pode causar achatamento ou deformidades cranianas, afetando o desenvolvimento saudável do crânio.

O crânio do bebê é mais maleável nos primeiros meses de vida, o que torna essa fase crítica para prevenir a plagiocefalia posicional. É importante alternar a posição de dormir do bebê e fornecer tempo de barriga supervisionado para ajudar a aliviar a pressão sobre a cabeça.

Como a Plagiocefalia Pode Ser Tratada?

Se a plagiocefalia posicional for diagnosticada, existem opções de tratamento disponíveis. A fisioterapia pode ser uma parte importante do tratamento, ajudando a melhorar a mobilidade do pescoço do bebê. Em casos mais graves deve ser avaliado se há necessidade de intervenção cirúrgica.

A Importância da Detecção Precoce e Intervenção

A detecção precoce da plagiocefalia posicional é essencial. Quanto mais cedo a condição for identificada e tratada, melhores serão os resultados. Os pais devem estar atentos aos sinais de assimetria craniana em bebês e consultar um neuropediatra se tiverem preocupações.

O desenvolvimento do crânio do bebê é um processo incrivelmente dinâmico e sensível. A plagiocefalia posicional é uma condição que pode afetar esse desenvolvimento, mas com a orientação adequada dos profissionais de saúde e medidas preventivas, é possível garantir que o crânio do bebê se desenvolva de maneira saudável e simétrica. Esteja atento ao seu bebê, siga as orientações do neuropediatra e proporcione um ambiente de sono seguro e variado para promover um crescimento craniano adequado.

Para saber mais sobre Assimetria Craniana em Bebês e entender a diferença entre Plagiocefalia Posicional e Craniosinostose assista ao vídeo abaixo:

Se você têm tem dúvidas sobre assimetria craniana em bebês, consulte um neuropediatra.

 

Back To Top