skip to Main Content
(11) 3031-6164 (11) 99003-8847

O que é epigenética? Como isso se relaciona com o desenvolvimento infantil?

“Epigenética” refere-se a maneira como o ambiente – as experiências das crianças – afeta a expressão de seus genes.

Durante o desenvolvimento, o DNA que constitui nossos genes acumula marcas químicas que determinam o quanto os genes são expressos. Estas marcas químicas são o “epigenoma”.

As diferentes experiências que as crianças têm reorganizam essas marcas químicas. Isso explica por que gêmeos geneticamente idênticos podem exibir comportamentos, habilidades, saúde e realizações diferentes. Então a velha ideia de que os genes são “gravados na pedra” foi refutada. Ambiente ou genética? Quem decide? Quase sempre são os dois!

A epigenética explica como as primeiras experiências podem ter impacto para a vida toda. Os genes que as crianças herdam de seus pais biológicos fornecem informações que orientam seu desenvolvimento.

O epigenoma pode ser afetado por experiências positivas, como relacionamentos de apoio e oportunidades de aprendizagem ou influências negativas, como toxinas ambientais ou circunstâncias de vida estressantes que deixam uma “marca” epigenética única nos genes. Essas marcas podem ser temporárias ou permanentes e afetam a facilidade com que os genes são ativados ou desativados.

É sempre possível reverter certas mudanças negativas e restaurar o funcionamento saudável, mas a melhor estratégia é promover as experiências positivas e reduzir o estresse para construir cérebros fortes desde o início.

Os cérebros jovens são particularmente sensíveis às mudanças epigenéticas.

As experiências do início da vida, quando o cérebro está se desenvolvendo mais rapidamente, causam adaptações epigenéticas que influenciam como os genes liberam suas instruções para construir capacidade futura para saúde, habilidades e resiliência. Daí a importância em garantirmos cuidados adequados, ambiente favorável e nutrição para as crianças nos primeiros anos.

Serviços como cuidados de saúde de alta qualidade para todas as mulheres grávidas, bebês e crianças pequenas, bem como suporte para novos pais e cuidadores podem, literalmente, afetar a química em torno dos genes das crianças. Relacionamentos de apoio e experiências ricas de aprendizado geram assinaturas epigenéticas positivas que ativam o potencial genético.

Back To Top