skip to Main Content
(11) 3031-6164 (11) 99003-8847
Enxaqueca Na Criança

Enxaqueca na Criança

Enxaqueca na criança: tipo de dor de cabeça recorrente mais comum da infância.

Cerca de uma em cada dez crianças desenvolverá enxaqueca e nem sempre encontraremos um padrão semelhante à enxaqueca do adulto! Além disso, a descrição dos sintomas pode ser pouco precisa.

Como se manifesta a enxaqueca na criança

A criança poderá mostrar-se irritada, apresentar vômitos e segurar a cabeça sem mencionar o termo “dor de cabeça”. Muitas vezes observam-se faltas escolares associadas a sintomas estomacais ou indisposição sem uma queixa objetiva de dor. Dor abdominal é um sintoma comum de enxaqueca em crianças, geralmente não observado no adulto. Em crianças, a crise de enxaqueca pode comumente resolver-se pelo sono ou por um único episódio de vômito.

A 3ª edição da Classificação Internacional das Cefaleias considera a duração mínima de apenas 2 horas na enxaqueca infantil (no adulto seriam pelo menos 4 horas) podendo durar até 3 dias. Outras características seriam: localização unilateral (geralmente bilateral em crianças), dor pulsátil ou latejante, intensidade moderada a grave e agravada pela atividade rotineira. Além disso, deve haver sensibilidade à luz e ao som, ou náusea ou vômito. Nas crianças, esses sintomas podem ser inferidos pelo seu comportamento.

Tratamento da Enxaqueca na Criança

O tratamento em crianças geralmente começa com intervenções mais leves e caso não sejam eficazes, considera-se um tratamento medicamentoso específico para a enxaqueca.

Diário de dor de cabeça

O registro de um diário de dor é útil para determinar a frequência de crises e identificar possíveis desencadeantes. Por exemplo, se as crises ocorrem pela privação de sono, uma rotina de sono com descanso adequado pode ser útil. Refeições regulares e o controle do estresse também podem ser úteis.

O que fazer se o diário de dor mostrar crises muito frequentes?
  1. É recomendável identificar desencadeantes e evitá-los, se possível.
  2. Adequar o sono, refeições regulares e uma dieta saudável pode ajudar bastante!
  3. As terapias comportamentais e não medicamentosas são frequentemente muito úteis em crianças e podem ser usadas antes dos medicamentos.
  4. Se as crises continuarem frequentes, a profilaxia com um medicamento pode ser recomendada para evitar o abuso de analgésicos, as faltas em atividades escolares e em programações da vida social.

Tratar a enxaqueca na criança  é dar qualidade de vida à criança, evitando prejuízo e abstenções em suas atividades habituais.

A medicação para enxaqueca na criança resolve o problema?

Os medicamentos ajudarão, quando indicados, mas a manutenção de um estilo de vida saudável com dieta adequada, atividade física regular e sono reparador contribuem para ajudar a criança com enxaqueca a atingir esses objetivos.

Se o seu filho apresenta dor de cabeça com padrão de enxaqueca na criança, consulte um neuropediatra.

*Referências: 1. Headache: The Journal of Head and Face Pain VC 2017 American Headache Society Published by JohnWiley & Sons, Inc. 2. Kroon Van Diest et al. Similarities and Differences between Migraine in Children and Adults: Presentation, Disability, and Response to TreatmentCurr Pain Headache Rep. Author manuscript; available in PMC 2018 April 05.

Back To Top